09 novembro 2015

Pra quem é, Tá bom - Fernando Borghi

Yeeey meninas e meninos! 

Hoje o correios fez visita aqui em casa, recebi um livro de um autor muito bem humorado confesso que gostei muuuuito! Com o título "PRA QUEM É, TÁ BOM" Fernando Borghi soube impor toda sua opinião, ironia e personalidade em 109 crônicas, o exemplar contém 110 páginas.
É uma leitura rápida, creio que seja com a intenção de deixar o leitor querendo mais hahaha. Fernando Borghi além de escritor é comediante e roteirista. Não é atoa que o leitor acaba se sentindo em um show de stand up em cada crônica lida. 

Como são varias crônicas para resenhar aqui no blog, vou escrever uma delas aqui para vocês conhecerem melhor o belo trabalho de Fernando. 

Levantar cedo - Fernando Borghi

Não gosto de levantar cedo. Detesto. Na verdade, só existe uma coisa que detesto mais que levantar cedo, levantar muito cedo. Por mim, o dia deveria começar depois do meio-dia. Perco a vontade de ir deitar quando lembro que no outro dia tenho que me levantar super cedo no horário de verão. Se o horário de verão vem pra no tirar uma hora de sono, por que não existe o horário de inverno para nos dar uma hora a mais para compensar?

Levantar cedo faz com que os olhos da gente, durante o dia, tenham mais areia do que o Saara. O dia parece ter 48 horas, fica interminável, não acaba nunca. Fica mais longo que palestra de autoajuda. A cabeça dói, o corpo pesa, o boné fica tão pesado que parece ser feito de titânio. 

E quando todo mundo parece estar passando pelo mesmo que você, foi dormir tarde e tem que acordar cedo?! O ponto de ônibus mais parece uma reunião de zumbis, confraternização do clube da insônia, assembleia da ONG das olheiras em progressão.

Por que é que as pessoas de mais idade, que a vida inteira acordaram cedo, no final da vida, quando têm o dia inteiro para fazer suas coisas, fazem questão de acordar cedo? Só pode ser com um único intuito, azucrinar os outros por mais tempo.

Esses telejornais que passam de manhã cedo são tão enfadonhos, mas tão enfadonhos que são uma espécie de penitência para quem acordou cedo e não tem o que fazer.

Por que escolheram o galo para dar nome à tradicional missa da madrugada? Porque ele é uma espécie de vigia noturno da natureza, só pode! Tenho comigo que ia soar estranho colocar o nome de "Missa do Bicho-Preguiça" num evento religioso.

_

Gostaram? Bom eu recomendo muito, o autor escreve o que bem entende, usando sua opinião sem medo de nada. Ele se apresenta fazendo realmente aquilo que ele gosta: stand up! 

Vou deixar aqui os contatos do autor para mais informações, e para caso queiram também adquirir esse exemplar.
E-mail: fernando.borghi@yahoo.com.br 


Beijinhos da Cáah chuchus...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por visitar o Books e Mimos.
Sejam sempre bem vindos! ;*